sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

CAPACIDADE HUMANA DE TRANSFORMAÇÃO

O homem que pode transformar

Procura-se muito descobrir como mudar a sociedade, criar soluções para diminuir a violência, acabar com a fome, com o analfabetismo etc., porém, pouco se faz para mudar o pensamento das pessoas em relação ao mundo.
Muitos acham que a fome existe porque não há alimentos para tanta gente, outros acham que a violência é provocada pela falta de emprego e assim todos jogam a culpa para cima de alguém. Não parece ser muito sensato, pois o que existe não existe por acaso.
Na minha pequena reflexão, creio que muito do que acontece no mundo tem tudo a ver com a negligência de todos. Pouco ligamos para motivo real dos acontecimentos.
A sociedade precisa tratar ela mesma com responsabilidade os problemas que ela cria. Não adianta ficarmos lamentando o leite derramado. É preciso arregaçar as mangas e lutar para mudar aquilo que é possível. Uma coisa é certa, ninguém consegue mudar o mundo por mais esforço que possa fazer. Isso é tarefa de Deus. Entretanto, podemos fazer a nossa pequena parte na construção de um mundo melhor.
É preciso que olhemos as coisas que nos cercam com um olhar de otimismo, acreditando que é possível mudar as situações que nos parecem impossível de serem realizadas.
São tantas as iniciativas que podem ser tomadas. É um projeto que dá certo, é a sociedade que pode dar seu pontapé inicial, a igreja, a escola etc. Tudo depende de como vemos as coisas. Se cada um tentar fazer sua parte com sinceridade e dedicação, é bem provável que possamos ver resultados.
Há milhares de jovens desocupados, precisando apenas de um incentivo para sair de seu comodismo, mas o que podem fazer? Alguém pode perguntar. E eu respondo: dançar, cantar, atuar, dramatizar. Todos nasceram repletos de talentos. Ninguém nasceu pra ser bandido. Isso quem faz é o meio, a situação, a própria sociedade que contribuiu para que esses jovens chegassem a esse ponto. Não foi ele quem escolheu. Portanto, não podemos culpar as pessoas pelo que são? Pensando assim estamos querendo dizer que somos os abençoados por Deus, pois somos bonzinhos. De maneira alguma. Todos nasceram para ser abençoado por Deus. Apenas Deus deixa as coisas irem acontecendo para ver a atitude de seus filhos em relação aos seus outros filhos. Não é o mesmo Deus que faz chover sobre os maus e sobre os bons? Não poderia ele mesmo fazer justiça? Porém, ele coloca em nossas mãos a responsabilidade de tocar o mundo. Não é linda, sábia e estupenda essa atitude de Deus? Colocar o destino do mundo em nossas mãos? O que acontece é que somos egoístas demais. Daí o estardalhaço que acontece no mundo. Porém Deus permite que isso aconteça, para que quando pararmos para pensar, tenhamos certeza de que Deus nos deu a capacidade de fazermos à coisa certa e que colocamos muita coisa a perder por nossa própria culpa, por não buscarmos orientação correta.
Mas, apesar de tudo, sempre podemos recomeçar, pois o mesmo homem que é capaz de destruir, também é capaz de construir. Que coisa linda! Quantos homens gigantes surgiram na história da humanidade, que foram capazes de mudar completamente o curso das coisas, de uma nação? É dessa beleza que queremos falar.
No decorrer da história está registrada uma infinidade de acontecimentos. Surgiram homens que foram capazes de matar milhares de vidas, de humilhar e de torturar outras tantas, por outro lado existiram também homens que salvaram milhares de vidas, sendo ele um rei ou um homem simples, o que conta em tudo é a dimensão do coração do homem que pode escancará-lo para amar, como pode ficar em chamas pelo ódio. O que sabemos é que somente ao ser humano foi dada à capacidade de transformar a humanidade.
Queira Deus que um dia compreendamos o motivo pelo qual existimos. E que possamos usar toda a nossa capacidade para amar e para fazer o bem. Só então seremos verdadeiramente felizes, porque a lembrança que se fará de nós, será a de construtor da paz. Que lutou por um mundo melhor, mais justo e mais humano. Será sempre bom lembrar isso. Caso contrário será sempre uma tortura lembrar as tragédias etc.

 

Professor Valdeni Cruz

Licenciado em Pedagogia; cursa Teologia e Hitória
Fonte: Comunidade Alpha e Ômega

Postar um comentário