quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A vida consiste em amar e servir

As virtudes teologais: fé, esperança e caridade, depois do nosso batismo Deus concede esta graça para todos nós, independente de pedirmos ou não, agora a vivência disso é outra coisa. A virtude da perseverança, da castidade, são virtudes que Deus dá sobre aqueles que suplicam e pedem. "O amor de Deus foi derramado sobre os nosso coração graças ao Espírito que nos foi dado".

O trecho de Mateus 7, encontra-se dentro do contexto das bem aventuranças, o sermão da Montanha, o sermão da felicidade, é um belíssimo roteiro para meditarmos e fazer um projeto de vida . A iniciativa é de Deus que se encarnou para nos salvar, Ele vem ao nosso encontro. Meu irmão e minha irmã eu não quero ser pessimista com você , mas se nós não trouxermos o Senhor como Senhor das nossas vidas nesse ano de 2010, este ano que se inicia tende a ser pior que o outro.

O grande milagre da felicidade para cada um de nós é uma via de mão dupla. Deus só não vai fazer como já fez o seus 50%, agora os outros 50% cabe a nós fazermos e Ele não moverá uma palha para fazer aquilo que compete a nós, porque Ele não violenta a liberdade de ninguém. Aquilo que cabe ao Senhor fazer Ele já fez, nos redimiu na cruz, ressuscitou e nos trouxe a ressurreição n'Ele.

A nossa parte consiste em entender de uma vez por todas que a felicidade encontra-se em um lugar, em uma pessoa: Em Jesus Cristo. É ali que habita a nossa felicidade, é n'Ele que está a nossa realização enquanto pai, mãe consagrado, homem e mulher de Deus. Para que venhamos buscar a felicidade em Deus, nós precisamos aderir o senhorio de Jesus na nossa vida.

Felicidade em Deus não quer dizer ausência de dificuldades, dor ou sofrimento. Meus irmão nesta terra nós nos encontramos peregrinando, aqui não é a nossa pátria definitiva. O que nós podemos esperar deste mundo, se dentro de nós Deus colocou uma sede de felicidade, eternidade e de infinitude? O que nós podemos esperar deste mundo que só pode nos proporcionar coisas finitas, humanas e materiais? Nos encontramos buscando a felicidade aonde não é a vontade de Deus, e este é o motivo de tanta dor e sofrimento, fazendo com que esta dor e este sofrimento se torne o senhor da nossa vida.

Precisamos aderir este senhorio de Jesus na nossa vida, criando uma intimidade com Ele, vida de oração. Este ano de 2012 precisa ser o ano da intimidade com Deus na nossa vida , é preciso fazer do lar aonde estamos, que a nossa família seja um santuário onde Deus habita. É difícil permanecermos no Senhor, não é fácil permanecer sob o seu senhorio. Onde se encontra a grande dificuldade para sermos homens e mulheres de oração? Porque a perseverança é tão difícil? Em primeiro lugar porque a grande virtude da perseverança é uma graça que Deus só dá para quem pede.

As virtudes teologais: fé, esperança e caridade, depois do nosso batismo Deus concede esta graça para todos nós, independente de pedirmos ou não, agora a vivência disso é outra coisa. A virtude da perseverança, da castidade, são virtudes que Deus dá sobre aqueles que suplicam e pedem. "O amor de Deus foi derramado sobre os nosso coração graças ao Espírito que nos foi dado". (Romanos 5,5)

Porque é tão difícil permanecermos no Senhor? Porque, eu e você ainda não aprendemos a rezar.

Meu irmão e minha irmã, entendamos uma coisa. A alma da oração não é a tua fidelidade todos os dias naquele horário, não é a tua piedade. A alma da oração é a verdade que se encontra dentro de nós acerca daquilo que somos e daquilo que estamos vivendo. Por isso que é difícil permanecer no Senhor, porque a alma da vida de oração é traduzirmos a nossa vida numa oração, eu preciso aprender a rezar os meus sentimentos diante do Senhor, levar diante d'Ele as minhas dores, angustias tribulações.

Nós atendemos a muitos que vem até nós para direção espiritual, dizendo:"Padre estou com uma frieza, acho que não sei mais como rezar, eu não tenho o que falar quando estou diante de Jesus".

Coloquemos a nossa vida diante do Senhor, rezemos os nosso sentimentos por mais maravilhosos que sejam, mas também por mais medonhos e pecaminosos que eles sejam. Reze a sua história, sua vida, diante do Senhor, apresente a sua situação. Pois é somente pela vida de oração que nós teremos um abençoado 2010.

De onde vem tamanha oferta e tamanho amor? Somente de uma experiência profunda com o Senhor. As grandes dificuldades, turbulência e dores que enfrentamos, e interessante que nosso Senhor vem nos dizer: “Construam a casa sobre a rocha, porque virão os ventos, chuvas e enchentes". O Senhor não diz, derrepente virão as chuvas. Não. Elas virão. Vamos colocar os nosso pés no chão, a nossa vida na realidade e o coração e a mente em Deus. Nós teremos um ano de dificuldades mas depende de mim fazer com que o Senhor seja o Senhor da minha vida ou as dificuldades

O sofrimento, a dor e a angustia não vem de Deus, nenhum mal pode vir de Deus, mas Deus permite porque Ele quer fazer disso um excelente instrumento pedagógico para que nós venhamos a crescer na fé.

A nossa vida consiste em amar e sofrer. Sofrimento, não fruto de um masoquismo, mas sofrimento pelo fato de ter amado e porque amou, o sofrimento não ficou no sofrimento mas resultou em ressurreição e numa vida em Deus.

Não quer sofrer meu irmão? Não quer sofrer minha irmã? Não ame! Porque se você resolver amar você vai sofrer. Quem não quer sofrer não ame, mas tenha certeza de uma coisa: Vai vegetar, não vai viver.

A vida de oração nos humaniza, a oração é um diálogo entre duas pessoas que se amam. E muitas vezes quando estamos diante da pessoa amada muitas vezes não é preciso dizer nada. Oração é colóquio, é amor entre duas pessoas que se amam.

Muitas vezes não queremos rezar porque trazemos frutos do pecado original, uma indisposição para rezar porque rezar é derramar a alma na presença do Senhor. É preciso transformarmos tudo o que estamos vivendo em oração. Porque a oração nos humaniza e nos faz ver tudo e todos sob a ótica de Deus

Pe. Marcos Pacheco
Postar um comentário