sábado, 10 de dezembro de 2011

6 Nível: Cativeiro

"Falei-te no tempo de tua prosperidade, disseste-me, porém: Não te ouvirei. Pois é este teu costume desde a juventude, não escutas a minha voz.
Serão teus pastores pasto dos ventos, e teus amantes serão levados ao cativeiro. A vergonha e a confusão serão tua partilha, por causa de tua malícia." (Jeremias 22,21-22).

O  que mais vejo e acompanho de perto é a grande prisão em que muitas pessoas se encontram não se pode negar o grande esfriamento da fé de muitos. O Inimigo tem pegado de cheio aqueles que não tem orado e vigiado assim como nos manda a Palavra((Mateus, 26,41) . Muitos sendo atraídos pela voz sedutora(CIC §391) que faz sair do caminho da Salvação e leva rumo ao Cativeiro. Saindo da graça de Deus, perdemos o "Óculos" do Espírito Santo, o que podemos dizer: O Discernimento dos Espíritos. A grande estratégia do inimigo é nos desarmar, São Paulo quando escreve os Efésios no seu capítulo 6, pede para que se revistam da Armadura de Deus. Sem estarmos revestidos da força do alto(C.f Lc 24, 49) caímos em um princípio chamado: Desânimo. Do desânimo nasce um outro “fruto” chamado: Murmuração, onde muitos começam a traçar seu caminho rumo a grande cadeia, proferindo palavras de maldição sobre si mesmo, se enraivecendo de Deus, deixando brotar mais um “fruto”: Incredulidade. Deixar de acreditar que o Senhor caminha conosco, em todos os momentos da vida. E assim vamos matando o nossa Alma, o inimigo nos leva sem que percebamos que caminhamos rumo ratoeira, me desculpe a expressão, mais é desejo dele nos humilhar nos tratar como animais, seduzidos pelo cheiro sedutor da comida.
Chegar ao cativeiro é ser preso, mantido sobre opressão do inimigo, que silenciosamente está agindo e destruindo muitos, começando pelo aspecto Espiritual, sintomas visíveis hoje nas pessoas:
-Oposição ao Evangelho, Fechado à ação do Espírito, Descrença, Dureza de coração, Falta de paz interior, Superstição e Mediunidade.
Atingindo o ponto fraco do ser humano satanás os torna cativos, desde que a pessoa mantenha a porta aberta para que ele entre.
”Ninguém pode entrar na casa de um homem valente e roubar os seus bens, sem primeiro amarrá-lo. Somente assim poderá levar o que ele tem em casa.” (Mc 3:27).
Presos começamos a manifestar sintomas psicológicos, os quais podem identificar-se por:
-Nervosismo, Medo, Insônia, Desejo de suicídio, Abrasamento sexual,  Desequilíbrio emocional, Depressão,Ressentimento, Ódio , Mágoa Mania de perseguição, Ira, Mau humor constante e repentino, Comportamento irracional, Más ações contínuas, Hábitos escravizadores (vícios), Compulsões,Sonhos e pesadelos horríveis repetidos, Doenças psíquicas, Sentir-se perturbado.
O inimigo não se contenta de alguma forma enquanto não destruir a pessoa por completo, atingindo as três áreas da vida do ser humano. Os últimos sintomas que começam a parecer nas pessoas que se encontram oprimidas pelo inimigo, são os sintomas físicos:
-Dores de cabeça constante, Desmaios e convulsões, Problemas no útero e ovários, Problemas nos rins e vias urinárias, Pontadas no corpo, Falta de ar, Dor e Peso na coluna, Enjôo, Insônia, Dores no estômago, Falta de apetite constante, Apetite mórbido, Estafa, Dores no ouvido, doenças sem diagnóstico médico.
Onde é que está o Senhor, você deve está se perguntando, lhe esperando de braços abertos. Trazemos em nós traços da rebelião do céu diz o Catecismo da Igreja,  e realmente muitas vezes queremos ser como disse o satánas: "E vós sereis como deuses" (Gn 3,5). Queremos comandar a nossa vida, e acabamos desobedecendo à voz daquele que diz: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida" (João 14:6), e caindo na grande cilada. Não saia do caminho da salvação, seja fiel ao Senhor, a sua doce voz.
 
Diego Tales 
Até a Próxima: Saindo do Cativeiro, Para que sejamos homens e mulheres livres! Dia 12/12/2011 Pela  Web Tv Shekinah  Às 18:00, sem horário de verão.Espero por você!
Postar um comentário