quarta-feira, 24 de novembro de 2010

ELA PERDEU O BEBÊ, REVOLTOU-SE COM DEUS, MAS FEZ O CAMINHO DE VOLTA AOS BRAÇOS DE NOSSA SENHORA


O testemunho a seguir é verídico, foi publicado pela própria autora no Oratório da Medalha Milagrosa.

Leia com atenção e veja como Deus e Nossa Senhora nos recompensa, mesmo quando damos as costas por alguns momentos ao amor incondicional que tanto Deus quanto a Virgem Santíssima tem por nós, Suas graças sempre recaem sobre nós quando confessamos nossas ofensas e voltamos para os braços de Nossa Senhora .

Vou contar uma graça que obtive através Nossa Senhora das Graças.
No dia 10 de outubro de 2009 tive meu bebê com 36 semanas de gestação, 20 dias antes da data prevista para o parto e no dia 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, ele faleceu.
Nunca senti uma dor como aquela.
Já tenho dois filhos Nayara e Kaio, mas a dor da perda de um filho é quase insuportável, perder meu bebê “Pietro” foi demais para mim, ele faleceu .
Sou catequista na minha paróquia e quando meu bebê faleceu eu me revoltei muito, não queria ouvir falar em Deus, não poderia voltar a dar catequese, porque como iria ensinar uma coisa que já não mais acreditava?
O padre Luiz Carlos, conselheiro da paróquia, veio me confortar, mas fui muito dura com ele, cheguei a dizer que do mesmo jeito que Deus havia tirado o meu bebê de mim, eu também estava tirando Deus da minha vida.
Muito sabiamente, o padre compreensivo com minha dor, disse que não estava triste por eu ter dito aquilo e que Deus também não estava triste comigo, porque sabia o quanto eu estava sofrendo.
Alguns meses depois, em janeiro de 2010, consegui ir novamente a uma Missa. Na quarta-feira de cinzas resolvi jejuar, e a noite fui à missa e lá fiz um pedido especial a Nossa Senhora das Graças, que Ela intercedesse junto a nosso Senhor Jesus Cristo e que Ele me desse um bebê em meus braços nestes 40 dias de quaresma e, que em troca eu faria jejum uma vez por semana até a sexta-feira Santa.
Eu não estava na fila de adoção, nem procurava. Um dia quando estava buscando na internet coisas para meu trabalho, encontrei um site de adoção de bebês, qual não foi minha surpresa, vi que uma pessoa queria dar para adoção o bebê que ainda iria nascer. No dia 16 de março ele nasceu – 26 dias após o meu pedido – ele já estava em meus braços, 14 dias antes de terminar a quaresma.
É um lindo menino e se chama Emanuel, que quer dizer “Deus Conosco”. Ele é a razão das nossas vidas, hoje ele está com 8 meses.
Agradeço todos os dias a Nossa Senhora das Graças. Hoje eu e meu bebê carregamos em nosso peito a medalha das Graças da Virgem Santíssima . (R.C.N)
Fonte: Site Alpha e Ômega
Postar um comentário