terça-feira, 29 de setembro de 2009

É preciso ter corações Curados

1.1 - Lectio Divina(Leitura Orante)
1º Dia: “ Que eu me Conheça” (Santo Agostinho)

Uma das grandes dificuldades é conhecermos a nós mesmos, é desejar abandonar o nosso eu, e tirar ele do nosso coração. É preciso colocar em nossos corações Deus, pois nós pertencemos a Ele.
São Paulo na sua carta aos Coríntios já expressava a nossa pertença total a Deus.
“Não sabeis que assim já não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por um grande preço”. ( I Cor 6,19)
Qual grande medo temos, de adentrar em nós mesmos, somos filhos amados e queridos de Deus, sabemos que somos falhos e pecadores. Lembremo-nos que vinhemos do pó. E de um pecador pode se esperar o pecado. Quando reconhecemos o nosso eu, e entregamos a Deus, tudo passa a ser transformado pela graça. Grande medo é de reconhecer a nossa baixeza, que é o primeiro grau de humildade, surgem inquietações em nós pelos pecados cometidos, não porque desagradamos a Deus, mais a nós mesmos, ao nosso ego, pelas decepções que causamos em nós mesmos, por não termos sido capazes de lutar contra o pecado.
Já dizia São Francisco de Sales, grande Doutor da Igreja, que diante das nossas falhas não devemos nos perturbar nem desanimar, nem surpreender. E ainda dizia que TEMOR sem ESPERANÇA é desespero e que ESPERANÇA sem TEMOR é presunção.
Façamos um exame de consciência. Nosso arrependimento, pelos nossos pecados cometidos, que nos levará ao desprezo de nós mesmos, por ver nossas falhas e misérias, e que possamos dizer no dia de hoje várias vezes: “ Que eu me conheça”.
No Concílio Vaticano II disse que: “Só Jesus Cristo pode revelar o homem ao próprio homem”. Só Ele pode lhe revelar quem é você.
O eu, nos faz tristes, egoístas, frustrados, e cheios de discórdias. Mais com Jesus controlando o centro de nossas vidas, tudo fica harmonioso. Pois viver por Cristo e em Cristo, é viver uma vida de fé, pois o justo vive pela fé (cf.Gal. 3,11).


1.2 - IMITAÇÃO DE CRISTO, Livro I, capítulo IX, 1-2.
Da obediência a submissão
“1. Grande coisa é viver em obediência, sob a direção de um superior e não ser senhor de si. Muito mais seguro é obedecer que mandar. Muitos vivem em obediência mais por necessidade que por amor; e por isto andam desgostosos e murmuram com facilidade; nunca chegarão à liberdade de espírito se não se submeterem de todo coração por amor de Deus. Para onde quer que vás não encontrarás descanso senão na humildade sujeição à autoridade superior. Muitos se têm iludido imaginando que a mudança de lugar traz melhora.
2. É verdade que cada qual gosta de seguir o próprio parecer e mais se inclina para os que pensam como ele. Mas se Deus está convosco é mister que algumas vezes renunciemos ao nosso modo de ver por amor da paz. Quem é tão sábio que chegue, a saber, tudo perfeitamente? Não confies, pois, demais na tua opinião, mas de bom agrado ouve também a dos outros. Se for bom o teu parecer e o deixares por amor de Deus para seguir o de outrem, terás com isto maior proveito”.

Depois de ter rezado e meditado tudo, em um caderno pessoal, escreva o que você achou importante, e tente viver esse dia em Cristo, transmita, reflita, e busque a imitar a Cristo. Reze e Responda:

Reflexão Diária.
1. Você se orgulhoso? Por quê?
2. Você já renunciou algo por Deus?
3. Já renunciou aos seus exuberantes desejos?
4. Você tem sido obediente e submisso a Lei de Deus?
Diego Tales
Postar um comentário