quinta-feira, 13 de novembro de 2008

As 8 barreiras

Hoje para mim é um dia que considero festivo, pelo menos de uma grande alegria interior, especialmente sentida depois de ler a mensagem em “Linhas Vermelhas” que foi recebida pelo Cláudio, já em setembro do ano de 2000. Sim a mensagem é forte, quase uma declaração de guerra, mas Deus é conosco, o que temer então? Muitas vezes e até num dia recente, eu falei a ele que tinha certo medo de Jesus – embora ele sempre me tranqüilizasse – porque em meus livros e textos eu poderia estar batendo firme em certos setores e isso poderia desagradá-LO. Sempre o fiz com plena convicção e sem medo, entretanto nunca tínhamos uma mensagem clara, bem direta, que viesse a dar suporte para tudo aquilo que temos escrito nestes anos todos.Coisa que agora temos e sobre isso vou comentar hoje, não para ampliar ou melhorar aquilo que Jesus já falou na mensagem, mas sim para reforçar Seu chamado de batalha, mostrando os pontos onde atua o inimigo, e de onde brota o erro de cada uma destas verdadeiras maldições. A primeira observação que faço, é que o Claudio sabia de muita coisa já antes do ano 2000 e sabia que a coisa não terminaria naquele ano como tantos esperavam, mas se calou. Isso nos mostra o seu elevado grau de obediência, trazendo a mensagem apenas no tempo certo, pedido por Jesus. Ele sabe sim guardar segredos. E tem muitos outros ainda por revelar.A segunda observação que faço é que, se já em 2000 tivesse ele assestado suas baterias contra estas oito fontes de males, não teríamos podido caminhar nestes anos, pois a perseguição se desencadearia imediatamente. Coisa que pode acontecer agora! Mas na realidade Deus estava preparando o caminho para esta revelação. O que fizemos nada mais foi do que fortalecer nosso exército, tanto na terra como especialmente no Céu, pela libertação de bilhões de almas do Purgatório, para que tenhamos condições agora de – apenas com nossas orações, nosso amor, nossa obediência cega à Mãezinha – podermos cumprir o pedido que Jesus nos faz nesta tremenda mensagem. Só Deus sabe o instante certo de cada mensagem, para que o fim esperado por Ele aconteça com precisão. E o fim que Deus espera é a vitória do homem sobre os demônios.Não creio que todos os amigos leitores avaliaram o incrível impacto que ela pode ter. É como se fosse uma verdadeira declaração de guerra. E para derrubar a todas elas que Ele nos convida. Pelas armas do amor, da fé, da obediência e da oração! Com as armas do coração! Não o ataque, nem o debate, nem as armas físicas, estas jamais. Vou deixar na íntegra a mensagem de Jesus, fazendo depois o comentário a cada um dos oito itens. Nada acrescentando, talvez, a tudo o que já tenhamos dito, comentado e explicado.
AS 8 barreiras serão postadas dia-a-dia aqui no blog.
fonte:pai de amor
Postar um comentário