quinta-feira, 13 de novembro de 2008

BaracK ou Barrabás?

Mark Mallett - E se...Então, e se Obama começar a trazer estabilidade ao mundo? E se as tensões estrangeiras começarem a cessar? E se a guerra no Iraque parecer terminar? E se as tensões raciais acabarem? E se os mercados começarem a parecer mais estáveis? E se parecer que há uma nova paz no mundo? Então, eu vos diria que é uma falsa paz. Pois não pode haver uma paz real e duradoura quando a morte no ventre é considerada um "direito" universal.UMA NEGRA IRONIAQuão feliz eu estou, particularmente pelos americanos negros, pois seu país deu um grande passo em direção ao fim das discriminações do passado, onde um presidente negro era algo impossível. Mas, que terrível ironia é que, enquanto uma porta da discriminação é fechada, esta eleição abre outras, em mais violações terríveis de direitos humanos.Pois não apenas a promessa de Obama será aprovada, o ato pelas liberdades, para implantar o infanticídio na América; em outros estados, como Washington, aprovam-se resoluções para tornar o suicídio um direito legal, e em Michigan, eles farão passar uma iniciativa para expandir o uso de células-tronco de embriões humanos para pesquisas. A "mudança" já está começando a varrer o país! Que mensagem é esta para a juventude: "A vida é dispensável! A vida, quando é uma inconveniência, pode ser retirada." Eu estou gritando em unidade com tantos de vós: a morte não é uma resposta ao sofrimento desta cultura. Somente Jesus! Apenas Jesus! Somente Ele que é o caminho, a verdade e a vida. Somente Ele é o "Único"."A paz não é a mera ausência da guerra ou a simples manutenção do equilíbro do poder entre forças, nem pode ser imposta por poder absoluto. A paz é fruto da justiça. É o produto da ordem, da ordem implantada na sociedade humana por seu Divino Fundador, para ser praticada por homens sedentes e famintos da mais perfeita justiça" - Constituição Pastoral sobre a Igreja no Mundo Moderno , Concílio Vaticano II , Liturgia da s Horas, vol. IV, p. 470-471VÓS ESTAIS PRONTOS?Meus queridos irmãos e irmãs, nós temos viajado numa peregrinação de preparação, durante estes últimos 3 anos. Sim, uma palavra que resume estes textos é "Preparai-vos!". Preparar-se para o quê? Preparar-se para a evangelização final desta era; preparar-se para as mudanças que já começaram na natureza; preparar-se para a perseguição; preparar-se para o "confronto final" que irá terminar no Triunfo para todos os que entraram na Arca nestes dias. Esta eleição não é uma separação do joio e do trigo?Nós estamos agora diante do maior confronto histórico que a humanidade atravessa. Eu não penso que todos os círculos da sociedade americana ou os circulos da comunidade cristã compreendem isso totalmente. "Nós estamos agora enfrentando o confronto final entre a Igreja e a anti-Igreja, o Evangelho e o anti-Evangelho. Este confronto faz parte dos planos da divina providência. É um sofrimento pelo qual a Igreja deve passar - " Cardeal karol Woytila que se tornou papa João Paulo II dois anos depois (9 de novembro de 1978).ONDAS DA MUDANÇAEnquanto as ondas misteriosas e densas atingem a costa do Maine com as eleições, estas palavras foram enviadas a mim por um dos meus leitores. Elas foram dadas a uma mãe americana, "Jennifer". Elas precisam de discernimento, uma vez que outras "palavras" que foram dadas a ela se cumpriram:"Eu venho a vós hoje, para vos dizer que as ondas da mudança estão prestes a se formar. Haverá uma grande divisão sobre uma nação, enquanto a terra continua a responder aos pecados do homem. No ocidente, uma mudança fará tremer a terra e no leste irá se erguer um sinal de grande luz que irá acordar o Meu povo à Minha misericórdia. Quando começardes a ver o maior colapso das vossas instituições financeiras, sabei que Meu plano para a humanidade está prestes a prevalecer!" - Palavras de Jesus, 15 de dezembro de 2005Em outra mensagem, Jesus diz que será quando a moralidade cristã começar a ser retirada da sociedade: "Meu povo, quando o mundo parecer silenciar a Minha presença em vossos modos de vida, sabei que a justiça está prestes a cair. Meu povo, não estais em tempo de calmaria, mas no tempo em que a Minha Misericórdia está fluindo dos raios do Meu Sagrado Coração" - palavras de Jesus, 15 de dezembro de 2005Sim, preparai-vos para seguir a Fé que Jesus nos deixou por meio dos Seus Apóstolos e para a qual Ele derramou o Seu sangue. Acima de tudo, preparai-vos para amar.AMAR, AMAR, AMARDurante anos, parece que Nossa Mãe Santíssima tem nos chamado: "Rezai, rezai, rezai". Mas neste dia, eu ouço novas palavras em meu coração, que soam como uma onda de alegria: Amar, amar ,amar! Não deixeis que batalhas aparentemente perdidas vos levem ao desespero! A Hora da Misericórdia está se aproximando, mas também a hora em que a Igreja deve entrar no Jardim do Amor e submeter tudo ao Pai, pela causa da salvação das almas. É a hora em que as acusações dos nossos inimigos serão respondidas com a sabedoria do silêncio, com o antídodo do perdão, e o sangue da misericórdia. Alguém pode apenas "amar, amar, amar" se teve tempo de "rezar, rezar, rezar", pois o Amor é o Espírito Santo, o tronco Divino, por meio da Vinha de Cristo, da qual somos as folhas, os ramos. Por meio da comunhão com Deus o fruto do amor nasce, um fruto que irá durar depois que esta era terminar.De um leitor: "Enquanto eu assistia ao resultado da eleição na noite passada, e a multidão reunida para gritar por "Barack"... eu ouvi em meu coração, em vez do seu nome, a multidão chamando por "Barrabás" ! O povo de Deus, os cristãos, católicos, neste país escolheram Obama - ignorando nossos papas e nossos bispos, e os pedidos dos nossos sacerdotes, para votarmos protegendo a santidade de toda a vida humana - ignorando mesmo as Escrituras que dizem: "Se meu povo, sobre o qual o meu nome foi pronunciado, se humilhasse e rezasse, e buscasse minha presença, e deixasse os seus maus caminhos, Eu o ouviria do céu e perdoaria seus pecados e reviveria sua terra". Assim, como Pilatos, quando ouviu o grito por Barrabás, fez seu julgamento e deixou para o povo o que eles queriam... eu creio que Deus irá também julgar e dar o que Seu povo tem pedido." É a sensação entre muitos através do mundo, de que um castigo pode em breve cair sobre a humanidade não arrependida. E assim, a justiça de Deus será um ato de misericórida para pôr um fim à cultura de morte que destruiu a inocência de muitas almas vivas e tirou a vida de incontáveis inocentes.E se o que o mundo nos apresenta é o prospecto da paz, da segurança e da estabilidade? E se tudo isso não tem Cristo, reconhecei o ídolo e recusai-vos a vos dobrar perante ele:"Todo aquele que nega o Pai e o Filho, este é o anticristo" (1 Jo 2:22)"Quando as pessoas disserem: "Paz e segurança", então repentinamente o desastre virá sobre elas, como as dores de parto à mulher grávida, e elas não escaparão" (1 Tess 5:30)5 DE NOVEMBRO DE 2008 (tradução de Marisa bueloni)
PS: Sem duvida, ele será o presidente que comandará a nação americana rumo ao fundo dos oceanos. Um dia, depois do outro, contará esta história... Nenhuma nação abortista e defenssora da causa gay subsistirá depois da passagem do Juiz, o Mesmo que um dia visitou Sodoma. Se não for pelo presidente da nação, será pela lei que permitiu tudo isso.
Fonte: Recados do Aarão
Postar um comentário