terça-feira, 2 de agosto de 2011

SER PROFETA É SER DA ETERNIDADE

Nosso mundo pós-moderno, está profundamente marcado por uma cultura materialista que nos impulsiona a todo vapor a corrermos nos trilhos do Consumismo, que nos garante que Feliz é aquele que possui tudo o que o dinheiro pode comprar. Felizes são os ricos!


Somos também empurrados para o fundo de uma sociedade totalmente hedonista, que nos faz mergulhar no mar em busca de um prazer alienante.  A mídia nos garante que Feliz é quem vive gozando a vida. Quem tem a mulher ou o homem – aliás, tanto faz quem se deseja. Quem faz tudo do jeito que quer, na hora que quer e da forma que quer, o que importa é que me faça sentir prazer. Felizes são os que sentem prazer!


Também estamos marcados pela Ditadura do Relativismo, como disse o Papa Bento XVI. Ditadura, por que hoje praticamente se impõe sobre nós a cultura do “Tudo é permitido”, e é Feliz aquele que faz o que bem entender e não importa se isso for moralmente errado.  Cada um governa a si próprio.
Os mandamentos de Deus, a moral religiosa, e a ética deram lugar ao senso individual do que é certo ou errado. E quem quer que queira se pronunciar contra essa Ditadura está interferindo na liberdade alheia e deve ser calado! Felizes são os poderosos!


Então, a nós Cristãos que cremos nas Verdades Imutáveis do Evangelho resta uma pergunta: Como ser Profeta hoje? O que anunciar? O que denunciar?


A resposta está nos Capítulos 5 do Evangelho de São Mateus:


 “Feliz são os pobres em Espírito, por que deles é o Reino do céu.”


Os “pequeninos” os “humildes”, os que possuem a “infância espiritual”, os que vivem com confiança em Deus que é um Pai amoroso e cuidadoso, estes serão realmente felizes, nos garante o Filho de Altíssimo!


“Felizes os mansos porque herdarão a terra.”


Os rendidos, os que vivem entregues ao Espírito Santo, os que se deixam guiar, os que não são rebeldes, os que entregam suas vidas nas mãos de Deus, e vivem sem querer ter o controle de tudo. Estes herdarão a Terra.


“Felizes os aflitos porque serão consolados.”


Os que choram, os que sofrem, receberão consolo. Esta Bem-aventurança talvez seja a mais contraditória e mais difícil de ser anunciada, pois o hedonismo nos levou a acreditar que tudo o que me faz sofrer e, portanto não me dá prazer, é mau.


Mas a Palavra de Deus nos garante que podemos ser felizes no sofrimento, pois teremos o consolo de Deus e poderemos ofertar à Ele um Sacrifício de louvor.


“Felizes os que têm fome e sede de justiça porque serão saciados.”


Os que são fiéis, os que são justos, os que lutam pela verdade, estes serão saciados. Mas o mundo ensina justamente o contrário. Ensina que ser fiel é antiquado, que mentir para conquistar o que se quer é esperteza. Que ser justo é ser bobo. Feliz mesmo é quem rouba, mente e trai para conquistar o que quer. Como crer então na Palavra de Deus? Isso é felicidade? Para o Evangelho é sim, para o mundo é ingenuidade.


“Felizes os que são misericordiosos porque alcançarão misericórdia. Felizes os puros de coração porque verão a Deus. Felizes os que promovem a paz porque serão chamados Filhos de Deus.”


Ter o coração na miséria do irmão. Isto é, amar o outro com suas fraquezas, compreender, não maltratar, não condenar, não julgar, não criticar, ajudar sem esperar nada em troca. Dar o que o outro precisa e não o que me sobra. Ser artífice da Paz, perdoar, amar aqueles que não merecem o meu amor... Isso é mesmo Felicidade ou “burrice”?


Para este mundo o que o Evangelho nos oferece é loucura! A mesma loucura que levou nosso Amado Jesus a se lançar sobre a cruz... Ele foi pregado por pregar o Amor!


Por isso, se aceitarmos ser Profetas, é bom ter claro que seremos perseguidos, caluniados, sofreremos incompreensões e calúnias. Por que o mundo ainda não entendeu que o Amor é a única fórmula da Felicidade Verdadeira!


Por isso é preciso anunciar essa Verdade em busca da Eternidade!


“Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, por que deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados serão, quando vos injuriarem e vos perseguirem, e mentindo disserem todo mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, por que será grande a vossa recompensa nos céus...”


Ser profeta, portanto é ser da Eternidade! Nossa recompensa virá no céu!
Devemos anunciar o Evangelho em busca da Eternidade. Nossa felicidade não está condicionada a este mundo, nossa felicidade está condicionada ao Amor! Amando, seremos felizes aqui nesta terra, e mais ainda na Eternidade quando nosso olhar, nosso ser inteiro, estiver perdido em Deus que é Amor. Quando nossa Vida estiver totalmente unida à Trindade Santa, nos perderemos em seu seio de alegria, paz, e Eterna Felicidade! Por isso é que ser profeta é ser da Eternidade!

Adriana Andreotti Lavorini Misiara Costa

Membro da Comunidade Sal e Luz e Formadora Geral
Postar um comentário