sábado, 9 de outubro de 2010

A misericórdia quebra as muralhas

O essencial para nossa vida é sabermos que temos um Deus misericordioso. Não sei se vocês sabem, no Diário de Santa Faustina Jesus faz uma promessa, uma coisa maravilhosa: “Virão tempos em que todas as luzes se apagarão no céu e na terra e todos do mundo inteiro verão uma cruz luminosa e da cruz sairá raios que iluminarão toda a humanidade”. O Papa João Paulo II consagrou o terceiro milênio à misericórdia.

O demônio é o acusador que semeia em nosso coração que Deus é vingativo, que Deus fica olhando os nossos pecados para ver se estamos fazendo o certo ou errado, mas o olhar de Deus é um olhar de amor, que suscita naquele que se sente pecador, um santo. Por maior que seja o seu pecado, ele é menor que um grão de areia que se perde no oceano da misericórdia do Pai.

Todos nós temos que nos converter, e quem acha que não precisa de conversão é porque ainda não experimentou a misericórdia de Deus. Só um pecado não é perdoado, o pecado contra o Espírito Santo, e o pecado contra o Espírito Santo é não reconhecer que se é pecador e não confiar na misericórdia de Deus.

Se tem muito tempo que você não se confessa, vá ao encontro do Deus da misericórdia que nunca desiste de ti.

Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento das taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e o seguiu. Como Jesus estivesse à mesa na casa desse homem, numerosos publicanos e pecadores vieram e sentaram-se com ele e seus discípulos. Vendo isto, os fariseus disseram aos discípulos: "Por que come vosso mestre com os publicanos e com os pecadores?" Jesus, ouvindo isto, respondeu-lhes: "Não são os que estão bem que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício (Os 6,6). Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores" (Mateus 9, 9-13).

Jesus nunca para, sempre vai adiante. Ele sempre nos precede, está abrindo caminhos novos, indo adiante. Não há coração humano que não tenha sede ou saudade de Deus.

O Senhor acredita em ti, assim como acreditou em Mateus que era cobrador de impostos, era considerado um bicho pelos hebreus, mas Jesus chega e diz: “Segue-me”. Apesar de todo o seu passado Jesus confia em ti, a glória de Deus é o homem vivente, é maravilhoso o olhar de Jesus. O nosso olhar é capaz de ressuscitar os mortos, através de nossos olhos Jesus quer ver o homem que Ele criou. A bênção do Senhor é eficaz quando se transforma em vida.

Peça ao Senhor que converta seus olhos para que você veja o bem dos outros.

Deus não olha para nossas culpas, Ele afasta de nós as nossas culpas, nossos pecados. Jesus agora está te olhando e dizendo que te ama. Permita que Cristo te olhe e te ame, você é precioso para Deus, Ele derramou Seu sangue para que você fosse salvo. “Aquele que está em Cristo é uma nova criatura”.

Transcrição e adaptação: Willieny Isaias

Fonte: Canção Nova
Postar um comentário