quinta-feira, 30 de julho de 2009

Cura e libertação.

Descobrindo as maldições
Nós vivemos em meio a uma geração feridenta e uma era satânica, uma geração de maldição, pois nos dias atuais os pais amaldiçoam a casa e até os próprios filhos.
Mais em fim quero tratar de expor de como descobrir as maldições que nós muitas vezes temos, nestes quatro anos de ministério de cura e libertação, nunca vi tantas maldições serem quebradas nos encontros e nos atendimentos de oração.
As maldições se manifestam de diversas maneiras, tanto física como espiritual.
Existem maldições hereditárias as que são mais freqüentes nas pessoas, as características gerais das maldições:
*Depressão mental ou emocional com características hereditárias e aparecem sempre em vários membros da família.
*Doenças sem diagnósticos que tratadas reaparecem em locais variados, repetidas vezes e de uma maneira crônica.
* Abortos freqüentes e problemas nas mulheres da família.
*Adultério.
*Destruição constantes na família e alienação da família em geral.
*Insuficiência financeira, mesmo quando a renda é boa. O dinheiro acaba, não se sabe como. OBS: Cuidado que pode ser também pessoas que não sabem administrar o seu próprio dinheiro.
*Acidentes constantes.
Essas são as maldições que acontecem de modo repentino na família.
Esses outros que citarei são sinais físicos, são manifestações de maldições que acontecem dentro de casa:
*Formigas: São formigas que aparecem do nada e empestam a casa, você tira e elas sempre aparecem, colocam veneno e mesmo assim elas retornam. OBS: Não pense que quando você abrir o seu armário não vai ter umas formiginhas no açúcar, isso é normal. Jogue água Benta exorcizada na casa ou peça a um sacerdote para dar uma benção, com isso há uma quebra.
*Bichos de estimação: São animais que sofrem mudança de extinto rapidamente, ou seja, são mansos e de repente ficam valentes.
*Invocação dos mortos e envolvimentos com as forças ocultas: Traz sobre a pessoa forças malignas, satanás fará opressão sobre ela fazendo com que ela fique uma pessoa rejeitada e perturbada.
Você que quer ser liberto visite uma comunidade católica ou um grupo de oração da sua paróquia, procure o ministério de cura e aconselhamento e peça oração, depois peça aos ministeriados que façam com você a oração de Renúncia e renovação das promessas batismais.
Até a próxima!
Diego Tales.
Com Deus até o fim mesmo sem entender.
Envie sua pergunta e sugestão. (No final do Blog se encontra o formulário de contato).
Postar um comentário