segunda-feira, 4 de maio de 2009

O Pastor e a Ovelha

“O Senhor é meu pastor, nada me faltará” Sal 22,1. É verdade: o Senhor é meu, seu e nosso pastor e nada faltará em nossas vidas.Talvez você esteja pensando em algo que tanto falta em sua vida: saúde? amor? paz? dinheiro? mansidão? fé? esperança? felicidade? Enfim, com certeza, algo pode estar faltando em sua vida. A promessa de Deus feita no Salmo 22 é verdade sim, é pura como todas as outras promessas. Porém, para que a promessa de Deus aconteça depende de nós. Isso mesmo, temos que contribuir e sermos fiéis em nossa parte no “tratado”, onde Ele é pastor e nós as ovelhas.Pense um pouco em: “O Senhor é meu partor...” Veja que nós temos um Senhor que se faz pastor de todos. E qual o dever do pastor? Pastorear as ovelhinhas. Quem são as ovelhas? Isso mesmo, nós. Deus com seu imenso amor vem nos patorear mesmo quando não queremos, mas na maioria das vezes não nos colocamos como ovelhas e isso é grave, pois quebra uma parte da promessa que Ele fez conosco.Ele continua sendo fiel à promessa e nós, na maioria das vezes, não. Devido a nossa infidelidade, pecados e o não se colocar como ovelha, criando uma barreira, muralha, para a ação Dele. A segunda parte do vessículo “... nada me faltará” é a parte preferida por nós, pois gostamos do que é fácil e do que nos satisfaz; só que tudo somente se realizará em nossas vidas se, e somente se, cumprirmos nossa parte na promessa que Deus fez a nós.Abraão saiu de sua casa, família, terra ..., e foi obediente em busca de cumprir a vontade de Deus, mesmo com suas dificuldades e limitações, mas em momento algum murmurou ou questionou a aliança com Deus, ele não sabia o que lhe esperava na terra de Canaã e mesmo assim confiou na vontade do Pai, sendo obediente e fiel, foi verdadeiramente ovelha, cumpriu sua parte no “trato” assumiu que “O Senhor é meu pastor...” e foi feliz, abençoado, pois “...nada me faltará”. Nada mesmo faltou na vida desse patriarca. Quantos outros exemplos de patriarcas, profetas, santos, papas... enfim, muitos souberam ser ovelhas e nada faltou na vida deles nem mesmo a salvação. Muitas vezes, somos sufocados pelos sofrimentos interiores (angústia, murmurações, dúvidas, incredulidade...) e exteriores (negligência, perseguições...) Esses sofrimentos vão soterrando nossa fé, que já é fraca. Deus permite esses momentos para podermos nos colocar como ovelhas e acreditar nos direcionamentos D’ele para, assim, crescermos espiritualmente e nos prepararmos para batalhas mais difíceis. É muito fácil colar um adesivo em nossos carros ou dizer: “O Senhor é meu pastor, nada me faltará”, mas onde fica a responsabilidade de cada um de nós em verdadeiramente interpretar esse versículo e nos colocarmos em posição de ovelha?Para que nada falte em nossas vidas e possamos reconhecer o Senhorio de Jesus, nosso Pastor devemos nos colocar em posição de ovelha.A partir de agora, Deus quer nos tornar ovelhas, mas a decisão é pessoal. O Senhor não interfere. Ele quer a iniciativa de seus passos para você abrir o coração ao amor de Deus e perseverar ainda mais na caminhada espiritual, buscando COTidianamente a salvação. Lembre-se que é da perseverança brota os frutos.
Postar um comentário