segunda-feira, 13 de abril de 2009

Somos cidadãos do céu!

O mundo está cada vez mais insensível a Deus e cada vez mais próximo do pecado. Como conseqüência disso, as pessoas tem rejeitado a voz, o consolo, o auxílio, o amor de Deus que poderia dar-lhes a verdadeira vida; não a vida morta como a que o mundo oferece, mas a vida em plenitude, em abundância. Muitos abandonaram a verdadeira fé (a fé católica) e se entregaram às promessas enganosas das seitas. Mas será que tudo está perdido? Será que todo o mundo está imerso em trevas? Infelizmente boa parte sim, mas Deus reservou e guardou seus eleitos: homens e mulheres que não dobraram seus joelhos diante dos deuses deste mundo, mas que continuaram fiéis ao único e verdadeiro Deus. Quem são os deuses deste mundo? O dinheiro, o prazer, o poder, o status social tem sido esses deuses que o mundo tem buscado com afinco e que nada podem fazer: não podem conceder a vida e a felicidade a ninguém. Apenas Jesus Cristo pode transformar nossa vida e nos dar a verdadeira paz!Todos nós somos chamados a fazer parte do número dos escolhidos por Deus. Não importa os erros e pecados que cometemos no passado, não importa como se encontra nosso coração hoje, se alegre e fiel a Deus ou se despedaçado, aflito, deprimido. Deus te convida hoje a experimentar tua cura, libertação e conversão; Deus te chama a viver uma nova vida e fazer parte da pátria celeste.Abraçando esse chamado, nos tornamos escolhidos. Não porque merecemos, não porque somos bons, mas justamente pelo contrário: somos fracos, pequenos e necessitamos dos cuidados de Deus. Deus escolheu a nós, fracos, para que em nós se manifestasse sua força.Hoje é o dia em que precisamos dar nosso sim a Deus, de todo o nosso coração, para que todo mal que há dentro e fora de nós seja destruído, para que toda incredulidade e insensibilidade caiam por terra, para que possamos sonhar os sonhos de Deus e a verdadeira vida e felicidade possam retornar ao nosso coração.Deus nos chama à vida eterna. Somos cidadãos do céu; é de lá que viemos e é para lá que voltaremos. Sejamos perseverantes, porque em breve estaremos na nossa verdadeira pátria: o coração de Deus!
Postar um comentário