sexta-feira, 30 de maio de 2014

A Beata Elena Guerra e o Espírito Santo


 Novena Em Honra ao Espírito Santo
Felizmente, em nossos dias, não podemos mais chamar o ESPÍRITO SANTO de “DIVINO DESCONHECIDO”. A cada dia que passa, experimentamos sempre mais a redescoberta do ESPÍRITO SANTO na vida da Igreja, dos fiéis e do mundo.Finalmente, o pedido do PAPA PAULO VI para que após o Concílio, houvesse um novo estudo e um novo culto à Pessoa do Espírito Santo torna-se hoje uma realidade.

Ninguém pode negar que a Novena de Pentecostes (Clique aqui para baixar a Novena) é a única bíblica, instituída pelo Senhor Jesus (Cf. At 1, 4-5) e que foi obedecida piamente pela Virgem Maria e pelos Apóstolos. O resultado desta santa obediência foi o primeiro Pentecostes no Cenáculo (At 2, 1-4).
O que muitos cristãos católicos não sabem é que existe uma ordem perpétua por parte da Igreja, que também nasceu para o mundo no dia de Pentecostes. Refiro-me ao pedido do PAPA LEÃO XIII, o pontífice que escreveu a primeira Encíclica sobre o Espírito Santo na história da Igreja, e que em 1895, incentivado por Elena Guerra, publicou uma Exortação para que todos os fiéis católicos se preparassem para a Solenidade de Pentecostes rezando a Novena. E ainda, o mesmo Papa, em 1902, escreveu aos Bispos do mundo inteiro, refazendo o pedido que fizera em 1895.

Todos nós conhecemos muitas novenas de Pentecostes, porém esta que temos em mãos é a mais significativa de todas, pois foi a BEATA ELENA GUERRA (1835-1914), declarada “APÓSTOLA DO ESPÍRITO SANTO DOS TEMPOS MODERNOS” pelo PAPA JOÃO XXIII que a escreveu. Elena, inspiradora dos três importantes documentos que o Papa Leão XIII escreveu sobre o Espírito Santo, prontificou-se a preparar uma Novena de Pentecostes para apresentá-la ao Papa, e assim o fez em 1890 chamando-a “O Novo Cenáculo”. O Papa recebeu a Novena em 1894 e um ano depois, em 1895, emanava o pedido da Novena de Pentecostes para toda a Igreja.
Uma graça do Espírito Santo nos faz tê-la. Vamos aproveitá-la! Precisamos da Nova Civilização do Amor urgentemente! E sabemos que ela será resultado da “Cultura de Pentecostes” pedida pelo PAPA JOÃO PAULO II e confirmada pelo PAPA BENTO XVI.
A Novena da Beata Elena Guerra é atual, porque continuamos ainda hoje de um Novo e Permanente Pentecostes que nos renove, que leve a Igreja ao Cenáculo e transforme a face da Terra.
Aproveite também para traduzir os Documentos do Papa Leão XIII sobre o Espírito Santo, que foram na verdade fruto da insistência da Beata Elena Guerra ao mandar-lhe dezenas de cartas.
Agradeço ao meu Arcebispo Dom Alano Maria, que foi quem me incentivou a traduzir a Novena. Agradeço ao Pe. Eduardo da ASJ que está também apaixonado pela Beata. Iremos lutar juntos para a Canonização! Meus agradecimentos também a Dom Alberto Taveira, ao Mos. Jonas, ao Marcos Vulcan, ao Reinaldo e ao Tatá pelo carinho, a oração, o incentivo e a amizade. Trabalhemos pelo Novo Pentecostes! Finalmente agradeço aos meus Paroquianos de Rio Bonito, aos membros da Fraternidade Sacerdotal, especialmente a Expedito, Ana, Viviane e Eunice. Sem vocês seria mais difícil traduzir e organizar a Novena. Deus vos abençoe!
Digamos como Elena: Veni Sancte Spiritus!

Pe. Eduardo Braga (DUDU)
Co-postulador da Causa da Beatificação da Beata Elena Guerra
Postar um comentário