quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O Mundo Vai Acabar?



CAOS POLÍTICO E SOCIAL

"Ouvireis falar de guerras e rumores de guerras. Ficai atentos! Não vos alarmeis: é preciso que isto aconteça, mas ainda não é o fim. Pois, uma nação se levantará contra outra e um reino contra e um reino contra outro" (Mt 24,6-7a).

A América do Sul está mergulhada na instabilidade política, na guerrilha, no crescente poder dos traficantes de drogas, na violência nas cidades... A África, assolada pela fome, pela guerra por todo tipo de doenças. Muitos dos ex-países comunistas, como a Iugoslávia, estão se destruindo entre tantas guerras, nas quais famílias são separadas, mulheres violadas e milhares de mortos em nome da pureza da raça. Nos Estados Unidos, crescem a pobreza, as diferenças entre brancos e negros, os crimes brutais e a destruição do valor da família. Também nessa grande nação, estão crescendo o alcoolismo, o vício das drogas, a pornografia... A Europa atravessa os mesmos problemas graves, trazendo incertezas a essa sociedade outrora tão segura de seus valores.
Estamos vendo o mundo em convulsão. Explodem por todos os lados os sinais de Deus.

MANIFESTAÇÕES DA NATUREZA

"Haverá em diversos lugares fomes e terremotos" (Mt 24,7b). "E tudo isso será o começo das dores" (Mt 24,8).

No final deste milênio, estamos acompanhando um progresso sem limites em todas as áreas da vida humana, ao mesmo tempo somos ameaçados por alguns fatos alarmantes. Um dos mais graves perigos são antigas doenças tidas como controladas e que estão voltando com toda a força, como por exemplo a cólera; ou ainda, enfermidades desconhecidas que estão colocando em risco o próprio futuro da raça humana: a AIDS.

Também é significativo constatar que o produção de alimentos aumentou, sendo capaz de alimentar toda a humanidade, contudo milhões morrem de fome em todas as partes do mundo. Sabe-se que o lixo dos países ricos e o alimento dado aos animais ou queimado para elevar os preços seriam suficientes para mudar este estado de coisas.

Somado à ameaça das doenças e ao flagelo da fome, temos todas as mudanças climáticas do planeta, as temperaturas estão mudando rapidamente. O inverno está se tornando mais rigoroso em países tropicais e o calor mais forte em países tropicais e o calor mais forte em países frios. O sol está ficando cada vez mais forte, a ponto de matar pessoas, inclusive nos países mais abastados. Ao mesmo tempo com maior freqüência estamos vendo fenômenos da natureza, como terremotos ou vulcões há muito inativos destruindo cidades.

Os sinais estão aí, as profecias estão se cumprindo. Estamos sendo alertados das mais diferentes formas para que não venhamos a dizer, naquele dia: "Não sabia..."

Em 2 Pedro 3,9, recebemos uma revelação: "O Senhor não tarda em cumprir sua promessa, quando alguns pretendem que ele está em atraso; mas ele está demonstrando paciência para convosco; pois não quer que alguns se percam, mas que todos cheguem à conversão". Arrependa-se. Limpe sua vida, endireite seus caminhos, purifique seu coração, porque a forma como você vive atualmente irá determinar o que acontecerá no futuro, e já estamos vivendo os dias da tribulação. Basta colocarmos os ouvidos no chão: o tropel dos cavaleiros do Apocalipse já se faz ouvir!

Deus não quer nossa condenação, não nos quer ver no inferno, distante d'Ele. Porque ele nos ama.
"Felizes os que lavam suas vestes, para que lhes caiba o direito à árvore de vida..." (Ap 22,14)


Autor: Pe. Alberto Gambarini
Postar um comentário