sábado, 14 de janeiro de 2012

Missa deve ser o “ponto mais alto” da oração cristã, diz Papa

Bento XVI afirmou no Vaticano nesta quarta-feira, 11 de janeiro, que a missa é fundamental para o cristianismo e alertou para a necessidade de a comunhão eucarística ser preparada com a confissão das faltas.
A participação na eucaristia é “indispensável para a vida cristã” e deve constituir o “ponto mais alto” da oração, mas exige que os fiéis estejam “devidamente preparados, também com o sacramento da Penitência”, disse o Papa na audiência geral.
A catequese de Bento XVI incidiu sobre o momento “particularmente solene” da oração que Jesus, segundo a Bíblia, rezou durante a sua última ceia, refeição que marca a instituição da eucaristia, o mais importante dos sete sacramentos do catolicismo.
Na ceia com os 12 apóstolos, o gesto de Jesus de “partir o pão e oferecer a taça [com vinho] na noite antes de morrer torna-se o sinal da sua auto-oferta redentora, em obediência à vontade do Pai”, sublinhou.
Ao rezar uma prece de louvor e de bênção naquela refeição, referiu o Papa, Jesus “também pede a força para os seus discípulos, especialmente Pedro”, que a tradição católica vê como o primeiro chefe da Igreja e antecessor direto de Bento XVI.
“A oração de Jesus, quando se aproxima a prova também para os seus discípulos, ampara a sua debilidade, o seu esforço de compreender que o caminho de Deus passa pelo mistério pascal da morte e ressurreição, antecipado na oferta do pão e do vinho”, observou.
A eucaristia, prosseguiu, “é alimento dos peregrinos que se torna força também para quem está cansado, exausto e desorientado”, e a “oração é particularmente por Pedro, para que, uma vez convertido, confirme os irmãos na fé”.
“Unimo-nos assim à oração que ele [Cristo] continua a fazer para que a nossa vida não se perca apesar nas nossas fraquezas e infidelidades, mas que seja transformada pela força da sua morte e ressurreição”, apontou.
O Papa saudou os artistas de circo presentes na audiência e assistiu durante alguns minutos a uma exibição circense.
Ao recordar a celebração litúrgica do batismo de Jesus, que em Portugal se assinalou segunda-feira, Bento XVI salientou a importância do primeiro dos sacramentos cristãos na vida dos jovens, doentes e recém-casados.
Bento XVI dirigiu-se aos fiéis em várias línguas, incluindo o português: “Ao participar na Eucaristia, vivemos de forma sublime a oração que Jesus fez, e continua a fazer, por todos e cada um de nós para que o mal não triunfe na nossa vida, mas seja vencido em nós graças à força transformadora da morte e ressurreição de Cristo”.
“Saúdo cordialmente os peregrinos de língua portuguesa, desejando-vos que o ponto mais alto da vossa oração seja uma digna participação na Eucaristia para poderdes, também vós, transformar as cruzes da vossa vida em sacrifício livre de amor a Deus e aos irmãos”, concluiu.

Fonte: Portal UM
Postar um comentário