terça-feira, 18 de novembro de 2008

8º barreira: Teologia da Libertação


Rezai para derrubar a chamada Teologia da Libertação: infame, perigosa, traiçoeira, tem armas apontadas contra os corações pequenos. Nela não há doutrina que salva, pois prega apenas a libertação do corpo, a vida física! A Igreja fundada por Deus visa a salvação eterna das almas, para que um dia possam conviver com Deus: Espírito, não físico! Abominai tal teologia, que também não tem nada a ver com Deus! Rezai para derrubá-la!Último ponto, última barreira, nem por isso menos terrível. Com certeza esta foi sem dúvida a barreira contra a qual mais me bati nestes anos. Porque está dentro da Igreja Católica. Porque se infiltrou dentro dela e quer dizer-se Igreja de Jesus, quando faz Dele um moleque inconseqüente. A teologia da libertação é maior praga jamais inserida dentro da Igreja. Porque ela sintetiza todas as heresias conjuntamente. E nem podemos falar aqui em “teologia”, porque isso é mentira: ela nada tem a ver com Deus.Ontem eu escutei uma longa palestra de um sacerdote, Padre Paulo Ricardo, da diocese de Cuiabá, do qual tenho ouvido excelentes comentários. Esta palestra pode ser ouvida em "http://www.padrepauloricardo.org/" - e já que estamos em guerra vale a pena escutar – e é baseada nos documentos escritos pelo então Cardeal Josef Ratzinguer, onde ele aborda os erros crassos desta ideologia. Que é maldita! Que é comunista! Que é marxista! Que não tem nada a ver com Deus nem com a salvação das almas, apenas com a luta de classes, a sublevação dos pobres contra os ricos, e na soma com a perda das almas. Porque as despreza como lixo, quando busca apenas a satisfação da carne. Dos instintos!A teologia da libertação pode ser definida como o tapete vermelho – não poderia ser de outra cor – da Nova Era que acima explicamos. Esta ideologia maligna – jamais teologia e nem com letra minúscula – é aquela das “campanhas da fraternidade” ecológicas, que salvam a vitória régia e atiram as almas no lamaçal. É aquela ideologia maldita de atiçar os pobres contra os ricos, fazendo das paróquias um sindicato e de certas dioceses uma ONG subversiva. E da Santa Igreja Católica um trampolim político e um palanque de ofensas contra a verdade, contra a doutrina e o Papa e desafiadoramente contra Deus.Esta ideologia é maligna porque muda completamente o Plano de Deus para o homem, subverte as Sagradas Escrituras e faz do Evangelho do Amor, um baldaquim de ódio. Se Jesus tivesse optado por este sistema, acreditem: Ele não teria caminhando nem três anos! Nem Ele, nem os apóstolos, pois seriam todos esmagados pelos romanos. Na síntese última, se pode dizer que a falsa igreja da teologia da libertação é a igreja de Judas, pois na raiz ela busca exatamente o que Judas o Traidor queria: um reino deste mudo, onde ele fosse o chefe da bolsa, e a pudesse furtar impunemente! Os defensores desta idéia maldita, no fundo querem se apropriar das riquezas dos ricos, enquanto usam os pobres como aríetes. No que os querem destruir!A ideologia marxista, comunista e satanista desta podridão ideológica, é uma das colunas mestras da igreja do antipapa. Todos os padres e bispos que seguem este horror, de fato colaboram e muito para erigir a falsa igreja mundana e modernista do antipapa, que em breve se implantará no Vaticano, depois da fuga de Pedro. Não tenhamos dúvida alguma de que a perseguição cairá sobre nós como uma espada, tão logo Pedro abra caminho para que se cumpram as profecias. É exatamente por causa disso que Jesus encerra a mensagem dizendo: Vossa Missão, portanto, é vasta e havereis de sofrer muito, já que os inimigos não vos deixarão em paz!Abri a Bíblia, para encerrar, no capítulo 22 de Ezequiel que diz: 23 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: ... 25 Há em teu seio uma conspiração de príncipes. Como o leão que ruge, que arrebata a presa, eles devoram as pessoas, tomam-lhes os bens e as riquezas, e multiplicam as viúvas. 26 Seus sacerdotes violam a minha lei, profanam o meu santuário, tratam indiferentemente o sagrado e o profano e não ensinam a distinguir o que é puro do que é impuro; fecham os olhos para não ver os meus sábados; no meio deles a minha santidade é profanada. 27 Seus chefes lá estão como lobos que despedaçam a presa derramando sangue, perdendo vidas para tirar proveitos. 28 Seus profetas cobrem tudo com uma argamassa: têm visões de mentira e oráculos enganadores. Dizem: eis o que diz o Senhor, quando o Senhor nada disse. 29 A população da terra se entrega à violência e à rapina, à opressão do pobre e do indigente, e às vexações injustificáveis contra o estrangeiro. 30 Tenho procurado entre eles alguém que construísse o muro e se detivesse sobre a brecha diante de mim, em favor da terra, a fim de prevenir a sua destruição, mas não encontrei ninguém. 31 Por isso vou desencadear sobre eles o meu furor e exterminá-los no fogo da minha exasperação; farei cair sobre eles o peso de sua conduta - oráculo do Senhor Javé.Acham mesmo que ficará um só destes baluartes de satã de pé, se temos Jesus ao nosso lado? Sim, a imensa maioria dos que promovem estas loucuras se converterá em tempo. Pela força do amor, pelo poder demolidor das orações, pela graça imensa do perdão. Deus, de fato, o fará! Mas somente se agirmos, uníssonos, com verdadeira vontade. De fato, tudo o mais que acontecerá no mundo, está ligado a um destes movimentos. Eles sustentam tanto a falsa Igreja do antipapa, como os governos do anticristo. Como já disse: o Escapulário de Maria é nosso escudo! O Rosário de Maria nossa arma! São apenas estas duas singelas e humildes ferramentas a nós ensinadas pelo Céu, que irão derrubar todas as oito barreiras que nos separam do Novo Reino. Vamos, pois, à luta: Maria nossa Comandante, Jesus nosso General.É, pois, a “exasperação de Sua ira”, na força extrema do “Seu furor”, que Jesus nos pede: Rezai filhinhos! Rezai muito! Amém! E contai Comigo! Eu vos abençôo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Jesus!”
Postar um comentário